5 crenças limitantes que toda empreendedora deve superar

tempo-de-leitura Tempo de leitura: 3 minutos

Quando decidimos nos tornar empreendedoras muitas vezes acabamos repetindo determinados modelos e padrões que podem atrapalhar nosso caminho. Quebrar esses paradigmas é essencial para nosso crescimento e desenvolvimento como mães empreendedoras.

Tentar repetir um modelo ou ter certas crenças acaba em muitas situações nos limitando e sendo uma barreira para alcançar o que desejamos. Ser mãe empreendedora não é tarefa fácil e quanto mais focadas e determinadas a gente estiver mais conseguiremos realizar. Temos que acreditar todos os dias que é possível e não devemos nos deixar levar por crenças limitantes. Você precisa parar de se auto sabotar.

Então se você já disse para si mesma alguma das frases abaixo, é hora de ver as coisas de outro jeito e superar o que está te impedindo de seguir em frente.

LEIA TAMBÉM:

6 filmes inspiradores que toda mãe empreendedora deve assistir

3 passos para montar um negócio que te traga felicidade

5 crenças limitantes que toda empreendedora deve superar

1. Eu não nasci empreendedora!

Se você está achando que empreender é algo genético ou para apenas uns poucos escolhidos, está errada. É possível se tornar uma grande empreendedora se você deseja e se prepara para isso. O problema é que muitas mulheres não conseguem vencer o excesso de autocrítica, seja por ter medo de enfrentar riscos e incertezas, seja por não confiarem em si mesmas e no seu potencial. É comum ouvir mulheres dizendo ” mas eu não sei fazer nada, não tenho nenhuma habilidade”. Isso não é verdade! Todos temos habilidades e competências e podemos nos desenvolver ainda mais. E você não precisa esperar a ideia perfeita. Comece com o que você tem e procure sempre melhorar ao longo do caminho. Empreender é um comportamento que precisa de prática e pode ser sim aperfeiçoado. Sim, você é capaz!

2. Eu não estou preparada para empreender!

A verdade é que nós nunca vamos estar totalmente preparadas para quase nada na vida . Ou você se sente totalmente preparada para ser mãe? Fazendo uma pesquisa você vai descobrir que grandes empreendedores tiveram pouco preparo e aprenderam muito na prática. Cursos (como o Oficina de Ideias), livros, blogs (como o Mães Empreendedoras) , contato com outros empreendedores, tudo isso pode te ajudar a se sentir mais pronta e com conhecimento para enfrentar os desafios do dia a dia do negócio.

 

 

3. Ninguém acredita em mim!

Muita gente vai mesmo duvidar de você e da sua ideia. Alguns te chamarão de louca. É assim com qualquer empreendedor, eu mesma já passei por isso algumas vezes. Empreender é enfrentar críticas, descrenças, mesmo de pessoas próximas. Romper com o modelo formal de trabalho, trabalhando em casa por exemplo, também ainda é um tabu para muitas pessoas. Invista na sua ideia: analise suas competências, pense em uma solução de problema, descubra algo pelo qual as pessoas estejam dispostas a pagar. E não espere que você tenha uma grande torcida para realizar. Acredite em você e depois dos primeiros resultados é provável que essas críticas comecem a mudar.

4. Eu não tenho dinheiro para empreender!

O mais difícil para começar a empreender não é a falta de dinheiro, mas a falta de visão do negócio. Obviamente que não dá para começar um negócio sem nenhum investimento, mas ele pode ser baixo. Uma estrutura mais enxuta no começo de um negócio muitas vezes vai ser suficiente para trazer bons resultados. O essencial é você saber o que está fazendo e aonde quer chegar. Cada empresa precisa de um capital diferente e você pode buscar formas alternativas de financiar sua ideia, começando com pouco (dá uma lida nas dicas deste artigo!)

5. Ainda é muito cedo (ou muito tarde!) para empreender!

Muitas mulheres acreditam que são muito jovens para empreender um novo negócio e que somente trabalhando para outras empresas vão poder aprender mais. Por outro lado, há aquelas que acreditam que já estão muito velhas para mudar sua carreira ou trajetória profissional. Na história do empreendedorismo existem vários casos de sucesso de negócios liderados por pessoas de diferentes idades. O mais importante é ter disposição para inovar  e vontade de fazer acontecer. Nunca é cedo ou tarde demais para fazer o que você gosta e mudar de vida.

Gostou do artigo? Compartilhe nas suas redes sociais!

Está precisando de ajuda para começar seu negócio? Quer aprender como divulgar sua empresa? Conheça as soluções para as Mães Empreendedoras:

Cursos para Mães Empreendedoras 

Soluções para Mães Empreendedoras

Sobre a autora

Maria Cristina Bernardo

 

Mãe do Guilherme, do João e da Júlia. Pedagoga, Especialista em Sustentabilidade e Gestão de Pessoas, Blogueira . Mãe empreendedora que vem enfrentando há 9 anos todos os desafios de trabalhar em casa.

 

Fonte de imagens: Google

Clique aqui e receba dicas e conteúdos pra te ajudar com seu negócio e ainda conheça nossas empresas parceiras do Clube Mães Empreendedoras.

Anúncios

O que você achou? Deixe seu comentário aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s