11 dicas de como ganhar dinheiro vendendo seu artesanato

Você deseja começar a ganhar dinheiro com artesanato? Você já é artesã e precisa aumentar suas vendas?

Muitas vezes deve ter se visto diante de um dilema.Você ama o que faz. As pessoas adoram o que você faz. Mas é difícil ganhar dinheiro.

A maioria das artesãs lançam seus negócios porque amam o que fazem. O lucro não é a sua principal motivação. Mas você precisa ter lucro, se você quiser continuar a fazer todas essas coisas maravilhosas e ter um negócio de verdade.

Para te ajudar, nesse artigo trago algumas dicas para você vender mais. Leia com atenção, coloque em prática e fique pronta para se destacar no mercado como mãe empreendedora.

11 dicas de como ganhar dinheiro vendendo seu artesanato

Escolha algo para começar

Toda jornada começa com o primeiro passo. Escolher o primeiro produto é um momento importante na carreira de toda artesã. Muito mais importante que o produto em si. Parece estranho? Mas é a mais pura verdade.

A primeira criação é como nosso primeiro namorado. É legal, é bonitinho, tem seu charme, mas não é nenhum Brad Pitt. Logo outros virão… alguns melhores, outros piores; é assim que funciona. Escolha um produto do qual você gosta e que você percebe que outras pessoas também se interessam por ele. Se for algo que as pessoas já estão acostumadas a comprar, melhor ainda.

Crie uma marca

Não confunda sua empresa com seus produtos. Depois que você começar a ter contato com clientes e trabalhar nos primeiros produtos tente encontrar uma linha de atuação. Pense que produtos você gostaria de criar, quais você não trabalharia por dinheiro nenhum, que tipo de pessoa gosta dos seus produtos e quais aquelas que não tem afinidade com você.

Pense nisso tudo e crie uma marca, um nome. Não é tão difícil quanto parece. Pense em um nome legal, fácil que seja coerente com seus produtos e que fique bonito em etiquetas, logo e site. Nomes bem feitos passam a ideia do tipo de artesã que você é. Se você é hippie, moderna, romântica, engajada… Não dá pra se chamar “Garota da Praia” e vender meias de lã, ok?

Venda online

A maneira mais fácil de começar a vender seu artesanato é fazer vendas online. Faça um site, crie perfis profissionais nas redes sociais. Invista em estratégias de Marketing Digital.( Conheça os serviços especiais para Mães Empreendedoras aqui)

Você também pode se cadastrar em marketplaces da área. Marketplaces tem várias lojas reunidas em um só site. Para artesanato você pode vender no Elo 7, Tanlup, Mercado Livre.

Venda em feiras

As feiras são um excelente espaço de vendas para o artesanato.Você tem a chance de interagir com os clientes um a um. As pessoas começam a ver o seu trabalho de perto e assim têm mais chances de virarem fãs.

Hoje em dia há varias opções de feiras nas cidades, com estilos e públicos diferentes. Procure aquelas que mais tem a ver com sua proposta. Capriche no stand! Uma ambientação do espaço vai ajudar muito a vender seus produtos.

Uma boa dica é ter em seu stand uma lista de inscrição para capturar endereços de e-mail para que você possa se manter em contato com os visitantes enviando novidades sobre seu trabalho. O cartão de visitas ainda funciona muito bem nas vendas presenciais.

Invista em você

Toda artesã é meio artista e meio operária. Importante: Deixe a operária no ateliê. Para convencer as pessoas a embarcarem na sua arte você tem que ser a primeira a se levar a sério. Alguns pontos que você não deve esquecer:

       Esteja linda – Você produz artigos que deixam as pessoas e os lugares mais bonitos. Estar e se sentir bonita é fundamental. Não estou falando de ser magra, gordinha, alta ou baixa. Me refiro a estar bem, se arrumar para trabalhar, ter um visual positivo e sorrir sempre. Todas nós ficamos mais bonitas sorrindo.

    Conte sua história – Sempre que puder conte a sua história, fale de seus produtos, de como você cria. Conte a parte boa de ser artesã e se mostre apaixonada pelo que você faz.

       Seja verdadeira – Encontre uma harmonia entre o que você é e o que você faz. Não tente fazer o que todo mundo faz ou tentar ser o que você não é. Encontre o seu jeito de trabalhar e de se apresentar às pessoas. Você deve ter orgulho das suas atitudes e não vergonha.

Seja a sua própria garota-propaganda

Mães empreendedoras são as donas do negócio, mas têm de fazer de tudo um pouco quando estão começando. Comprar, produzir, entregar e , sim, fazer propaganda e vender.

Deixe a timidez de lado. Fale com as suas amigas, com os parentes, com os vizinhos, com as mães dos amigos dos seus filhos…Fale com todo mundo sobre o seu negócio.

Sempre use os seus produtos e tenha um cartãozinho seu na bolsa. Tire boas fotos e poste no Facebook e no Instagram.

A partir deste instante todo presente ou lembrancinha que você der na vida será um produto seu. Aniversários, amigo-ocultos … Só produtos seus. Caso seus produtos sejam caros ou muito grandes, crie uma versão para presentes e brindes

Coloque-se no lugar da cliente

Respire fundo e desapegue. O ateliê é seu mundo, mas ele gira em torno das necessidades e desejos das suas clientes. Os produtos são feitos por você e não para você.

Pesquise na internet, compre revistas especializadas, acompanhe pessoas de cujo estilo você gosta, bata perna nas melhores lojas… Não se acomode. Entenda o que está acontecendo ao seu redor e tente acompanhar as novidades.

Não tenha receio de se inspirar nos produtos dos outros. Gostou do colar que viu na novela, tente fazer igual. Viu uma mesinha retrô em uma vitrine. Tente criar algo com a mesma vibe. Assim você aprenderá técnicas novas que você acabará usando em novos produtos. Para as mais afoitas fica o aviso que há uma enorme diferença entre inspiração e falsificação, certo?

Desenvolva um canal de atacado

Já pensou em vender por atacado? Varejistas como lojas de presentes, boutiques e galerias de arte que vendem itens semelhantes aos seus podem ser ótimos clientes.

Você vai precisar ficar atenta com sua capacidade de produção e só vai ter cerca de metade do lucro de varejo. Mas, se você se planejar direitinho, os varejistas podem ser uma fonte contínua de renda e de prestígio para deixar seu trabalho ainda mais conhecido.

Tenha preços que todos podem pagar

Uma boa estratégia para ampliar suas vendas é ter produtos em diferentes faixas de preços. Isso não quer dizer que você vá desvalorizar seu trabalho.

Que tal fazer alguns produtos mais simples de forma que a pessoa que ama seu trabalho possa comprar um produto menor e se sentir conectada a você?

Uma versão mais simples e mais barata pode ser uma porta de entrada para novos clientes.

Compre como comerciante, venda como uma artista

Este é o momento de encarar o maior medo de muitas artesãs: Falar de dinheiro. Você tem paixão pela sua arte e faz o que gosta; mas, como todas as mortais, tem contas para pagar no final do mês.

Dinheiro é necessário. Simples assim. Quem tem um negócio vive sob a regra: Comprar, Melhorar e Vender com Lucro. Eu aqui na Mães Empreendedoras estou sempre falando sobre isso.

Temos que escolher bons materiais para trabalhar e comprá-los pelo preço mais baixo possível. Tem que chorar, pesquisar, viajar pra comprar, contar história triste… Sem trauma. Não dá pra comprar matéria-prima na lojinha da sua rua e ganhar dinheiro em cima. Compre o que você precisa como uma comerciante experiente.

Já na hora de vender… Valorize-se! Deu muito trabalho? Cobre mais! O produto ficou maravilhoso? Coloque um preço melhor! Coloque na conta o seu trabalho intelectual, a inspiração da artista… Lembre-se: Comprar, Melhorar e Vender com Lucro. O segredo está no valor que a etapa Melhorar agrega ao produto final.

Não se trata de cobrar caro. A questão é buscar um preço que seja bom pra você e que sua cliente ache justo pagar. Se você diz o preço e todas as clientes se apavoram… há algo errado aí. E se você vende bem, mas não fica com dinheiro nem pra comprar uma sandália no final do mês.. há algo muito  errado aí também.

Você é empreendedora e não uma funcionária sem chefe

Ser mãe empreendedora é ser dona do seu nariz, independente, trabalhadora…tudo isso. Mas é também uma responsabilidade muito grande. Empreender não é trabalhar sem ter chefe, sem ter horário, sem esforço e sem regras. Acreditar nisso é o primeiro passo rumo ao fracasso.

Empreender é ser responsável (por você e por quem depende de você), é saber aonde se quer chegar, é trabalhar duro agora para colher os frutos depois. Venho ajudando muitas mães nesse caminho com o programa Oficina de Ideias.

Uma descrição que costumo usar é a que ouvi do consultor Ricardo Amorim “Empreendedora é aquela que vive 5 anos como ninguém quer para viver o resto da vida como ninguém pode”.

Você que é artesã deve acreditar na sua arte, no seu trabalho. Pense grande. Seu ateliê pode te dar uma grana extra, mas também pode se tornar sua principal fonte de renda. Internet, entrega expressa, celulares… Você pode usar tudo isso para vender no Brasil inteiro. Se você se planejar, poderá crescer. Contratar as primeiras funcionárias… e o sonho vai se tornar realidade.

Gostou do artigo? Está precisando de ajuda para começar seu negócio? Quer ajuda para divulgar sua empresa? Conheça as soluções para as Mães Empreendedoras:

Cursos para Mães Empreendedoras 

Envie um e-mail para mim: maria@maesempreendedoras.net.br

Sobre a autora

Maria Cristina Bernardo

 

Mãe do Guilherme, do João e da Júlia. Pedagoga, Especialista em Sustentabilidade e Gestão de Pessoas, Blogueira . Mãe empreendedora que vem enfrentando há 9 anos todos os desafios de trabalhar em casa.

 

Fonte de imagens: Google

Clique aqui e receba dicas e conteúdos pra te ajudar com seu negócio e ainda conheça nossas empresas parceiras do Clube Mães Empreendedoras.

Anúncios

10 thoughts on “11 dicas de como ganhar dinheiro vendendo seu artesanato

O que você achou? Deixe seu comentário aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s