5 erros que você não deve cometer no seu negócio

Abrir e gerenciar um pequeno negócio como mãe empreendedora não é tarefa das mais fáceis. Por isso, quanto mais preparada você estiver e puder contar com apoio, melhor.

Não existe nenhum empreendedor ou empreendedora que tenha sucesso o tempo todo, que não cometa erros cuidando do seu negócio. Se alguém quiser te convencer que existe essa perfeição, simplesmente nem ouça. Errar faz parte do processo. Erro é aprendizado!

Mas isso não quer dizer que a gente não possa evitar algumas falhas, principalmente aquelas que vão comprometer o nosso crescimento. Para te ajudar, vou listar aqui 5 erros que você não deve cometer no seu negócio. Falhas que eu já cometi e venho aprendendo a evitar durante essa minha história como empreendedora.

Fique atenta a cada um deles e se perceber que está agindo errado, não se desespere. Faça um planejamento para mudar, ajuste o rumo e tente corrigir o quanto antes. Podemos transformar o que seria um erro em uma nova solução criativa para o negócio.

1- Não investir em marketing

 O marketing é muito importante para manter seu negócio visível. Você pode usar a publicidade paga,  a divulgação através das redes sociais, panfletos, incentivar o boca-a-boca dos clientes.  Com verba disponível ou mesmo com pouca grana é possível  pensar em diferentes estratégias para se divulgar.

Sim, você já pode ter um monte de clientes satisfeitos, mas um bom marketing é o que vai garantir que os seus depoimentos felizes cheguem a outros clientes potenciais. Outra coisa importante é saber pra quem você quer divulgar seu negócio.  Pense sobre seus clientes ideais e seu grande porquê!

2. Não roubar de você mesma

Há duas razões pelas quais as pequenas empreendedoras acabam se roubando. Uma delas, é o fato de não saberem como precificar seus produtos ou serviços. A outra razão é que muitas empreendedoras pensam que a sua única vantagem competitiva é o seu preço baixo. Ambas acabam gerando os mesmo problemas,  baixos lucros e  péssimos fluxos de caixa.

É um desafio para as pequenas empreendedoras sobreviverem com preços muito baixos, talvez seja mais difícil crescer assim se não tiver um planejamento financeiro bem estruturado. Temos visto milhares de vezes que o mesmo produto ou serviço é vendido a preço baixo e a preço premium, a única diferença é a forma como é vendido. Sua marca, seu marketing, sua maneira de fazer o cliente se sentir é o que vai determinar se o seu preço vale a pena.

3- Não cuidar da experiência do cliente

Voltando ao que acabamos de falar, se você tiver que competir em alguma coisa,  prefira competir na experiência do cliente. Mesmo a menor das empresas pode fornecer uma experiência inesquecível para o cliente . Seja pelo atendimento personalizado, embalagem bonita, pronta entrega, ou mesmo um sorriso no rosto, tudo conta.

Ao pensar sobre a experiência do cliente, não pense em termos de “o que você é”, mas “o que você gostaria de ser”. Se você pretende ser a melhor na sua área comece a agir para que isso possa ser sentido já pelos clientes.

4- Não reinvestir no negócio

Você contrata os melhores fornecedores que você pode? Você investe em participar de cursos ou programas para ajudá-la a realizar seus planos e sonhos?

Se você pegar cada centavo de lucro como o seu salário, então você nunca será capaz de crescer da forma que gostaria. Eu sei que isso é difícil, ainda mais em tempos de crise como vivemos, mas tirando mesmo que seja uma pequena quantidade de dinheiro todos os meses para reinvestir, isso vai lhe dar o impulso que você precisa para se manter e fazer seu negócio crescer.

 5. Não delegar 

Tentar fazer tudo sozinha é muito heróico no papel, mas na realidade, é uma loucura. Ainda mais quando temos a rotina de mães empreendedoras e muitas vezes trabalhando em casa.

Será mesmo que você não pode delegar uma parte das atividades a outra pessoa? Seja por parceria ou mesmo contratando algum tipo de serviço, tente ver uma área em seu negócio onde você pode delegar imediatamente e outra área que você pode delegar nos próximos meses.

Concentre-se no que realmente é o chave do seu negócio, o que chamamos de core business. Tire um pouco o excesso de peso dos ombros e concentre-se no foco principal do seu negócio.

Gostou do artigo? Está precisando de ajuda para começar seu negócio? Quer ajuda para divulgar sua empresa? Conheça as soluções para as Mães Empreendedoras:

Cursos para Mães Empreendedoras 

Envie um e-mail para mim: maria@maesempreendedoras.net.br

Sobre a autora

Maria Cristina Bernardo

 

Mãe do Guilherme, do João e da Júlia. Pedagoga, Especialista em Sustentabilidade e Gestão de Pessoas, Blogueira . Mãe empreendedora que vem enfrentando há 9 anos todos os desafios de trabalhar em casa.

 

Fonte de imagens: Google

Clique aqui e receba dicas e conteúdos pra te ajudar com seu negócio e ainda conheça nossas empresas parceiras do Clube Mães Empreendedoras.

Anúncios

O que você achou? Deixe seu comentário aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s